Header Graphic
 

Quem Somos

A História do Odir:

odirprofile

Odir aceitou a Cristo quando ele tinha 8 anos de idade, depois que sua irmã lhe apresentou o evangelho usando o método "A Ponte". Odir cresceu em uma igreja batista na qual um dos seus pastores era o missionário da ABWE José Arthur. Um dia, depois de voltar de um acampamento, ele teve a oportunidade de dar um testemunho no pulpito da igreja sobre como foi o evento. Naquela ocasião o pastor José Arthur brincou com ele dizendo que via um dom de pastor nele.

"Mesmo sabendo que aquele comentário tinha sido apenas uma piada do meu pastor, na verdade aquela foi uma das primeiras vezes que Deus incomou meu coração a respeito do que apenas mais tarde eu iria entender como sendo um chamado para me dedicar ao serviço ministerial de tempo integral".

A grande paixão do Odir era escrever. Ele foi para a faculdade de jornalismo, na qual fez amigos que frequentavam uma pequena igreja-capela que ficava no centro do campus. Um dia, um dos seus amigos o convidou para levar um devocional para a turma. Sem nunca ter pregado ou ensinado antes, Odir se viu pela primeira vez lendo a Bíblia não simplesmente por ler, mas para realmente estudá-la com o objetivo de ensinar outras pessoas. Aquela experiência foi mais do que ele podia imaginar e plantou em seu coração um desejo pelo ensino que ele nunca tinha percebido antes. A partir daquele momento, ele descobriu finalmente que sua paixão por Cristo e por estudar Sua Palavra eram muito maiores do que seu sonho de ser um jornalista.

Em 2012, Odir se mudou para a Austrália para estudar inglês. De repente ele estava em uma cultura completamente diferente, aprendendo um novo idioma, em meio a pessoas que ele não conhecia e milhares de quilomêtros longe de sua família. Mas aqueles 10 meses serviram para ensiná-lo o que realmente significava "depender de Deus" - além de ser um tempo fundamental para ele aprender inglês e poder conhecer a Cynthia alguns anos mais tarde.

Quando Odir voltou para casa em São Paulo, decidiu imediatamente começar a fazer seminário. Ele sentiu que Deus estava o chamando para ser um missionário e começou a orar pedindo a orientação do Senhor. Estudando no Seminário Batista LOGOS. Deus continuou diariamente trabalhando na vida do Odir e apertando seu coração a respeito de viver uma vida ministerial. Até que um dia, enquanto voltava para casa no ônibus, ele leu Isaías 42:6-8 e finalmente entregou-se completamente ao chamado do Senhor, entendendo que mesmo com suas limitações e incapacidades, o DEUS TODO PODEROSO iria pegá-lo pela mão e usá-lo de acordo com a Sua vontade para pregar a Palavra.

Um ano mais tarde, Deus colocou a Cytnhia no caminho do Odir. Mais um ano depois de namoro e oração, eles se casaram na mesma igreja que se conheceram no Brasil e viajaram para os Estados Unidos para que o Odir pudesse passar pelas etapas e também ser aceito como um missionário da ABWE. Juntos eles estão ansiosos para continuar o legado ministerial dos pais da Cynthia no país que eles tanto amam.

Versículo favorito?
"Porque Esdras tinha disposto o coração para buscar a Lei do Senhor, e para a cumprir, e para ensinar em Israel os seus estatutos e os seus juízos" - Esdras 7:10

Comida favorita?
Sushi! É por isso que a Cynthia e eu nos demos tão bem desde o início (veja a resposta dela abaixo).

Quais destas atividades você escolheria fazer: saltar de paraquedas? Andar em uma montanha-russa? Ou explorar uma trilha no meio do mato?
Nenhuma das alternativas. Pra falar a verdade, eu escolheria ir para o Starbucks e ler um bom livro.


A História da Cynthia:

cynthiaprofile

A Cynthia representa a segunda geração de missionários de sua família. Seus pais, Pastor David e Barbara Taylor, foram missionários em São Paulo por 27 anos. A Cynthia nasceu na cidade de SP e morou lá ate os 17 anos. Seus pais gostavam de brincar dizendo que ela era mais brasileira do que americana. Ela amava ajudar no ministério de seus pais, mas aos 17 anos tudo mudou em sua vida quando seu pai faleceu inesperadamente no campo missionário.

Cynthia voltou para os Estados Unidos para fazer faculdade na Baptist Bible College (hoje chamada de Summit University), uma universidade cristã, e foi em seu último ano de estudos que ela sentiu Deus a chamando para ser uma missionária. Ela procurou a ABWE, agência missinária que seus pais serviram por tantos anos, em busca de aconselhamento. Assim, para ter certeza de seu chamado, ela participou através da ABWE de uma viagem missionária de curta duração (2 anos) em uma pequena cidade do Brasil. A experiência foi incrível, mas bem diferente da realidade de uma cidade tão grande e cheia de necessidade como São Paulo.

Quando sua viagem missionária de 2 anos terminou, ela não sabia ao certo o que fazer em seguida. Como filha de missionários ela estava acostumada a viver em dois países diferentes. Mas o pensamento de se render para uma carreira de missionária de tempo integral a assustava. Cynthia então retornou para a faculdade na qual se formou e passou a trabalhar como designer gráfico. Ela amava seu emprego mas ao mesmo tempo não podia suportar seu coração apertado que a chamava para obedecer ao Senhor e fazer algo a mais com sua vida. Ela participou de outras viagens missionárias e em 2010 Deus definitivamente deixou claro para ela que a queria de volta ao Brasil como missionária. Mesmo com seus medos de voltar ao campo missionário sozinha, Cynthia confiou em Deus e voltou para São Paulo em 2013 para dedicar sua vida às pessoas e ao país que ela sempre amou.

"Em São Paulo, eu estava vivendo a vida de missionária solteira e amando trabalhar para o Senhor. Eu aprendi que Deus é tudo o que eu preciso", Cynthia conta. "Mas de repente Deus me abençoou e me mostrou que Ele tinha alguém que Ele queria que andasse ao meu lado nesta caminhada". E essa é a parte que o Odir aparece na história!

Versículo favorito?
"Logo, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim; e esse viver que, agora, tenho na carne, vivo pela fé no Filho de Deus, que me amou e a si mesmo se entregou por mim" - Gálatas 2:20

Comida favorita?
É bem difícil escolher! Eu amo comida italiana, brasileira e um bom hamburguer - mais não há nada melhor do que sushi!

Quais destas atividades você escolheria fazer: saltar de paraquedas? Andar em uma montanha-russa? Ou explorar uma trilha no meio do mato?
Hmmmm... Eu adoraria encarar uma trilha, mas eu NUNCA deixaria passar uma boa montanha-russa!

 


A História do David:

DAVID

David nasceu em dezembro de 2017 e traz tanta alegria para nossa família

Comida Preferida?
Leite. Cheerios. Yorgute. Tangerina. Batata Frita.

Atividade Favorita?
Hora do Banho. Brincando de esconde esconde. 

Música Favorita?
Baby Shark.